segunda-feira, 31 de maio de 2010

Sim! Não! Não! Sim!

Ainda sobre o Desafio da Harmonia Conjugal, duas crianças, um menino e uma menina, discutem aos berros. A menina começa dizendo “sim”, e depois insiste que tinha dito “não”, confundindo a cabecinha de seu interlocutor.


Fonte: Bombou na Web

A Igreja Que Sonhamos Ser

Introdução - Por Onde Começamos
video

A Igreja que VIVE como Ekklesia
video

A Igreja que CONGREGA-SE em Koinonia
video

A Igreja AGE em Diakonia
video

A Igreja é ENVIADA como Martyria
(Parte 01)
video

(Parte 02)
video

(Parte 03)
video

A Igreja que QUEREMOS ser!
video

O Desafio da Harmonia Conjugal - Slides

O Desafio da Harmonia Conjugal
View more presentations from JOAO PURIN JR.

Para assistir à mensagem em que esta apresentação foi utilizada, clique aqui.

Inquietações Acerca da Igreja

video

quarta-feira, 26 de maio de 2010

Fifa anuncia os slogans que estamparão os ônibus das 32 seleções

A Fifa anunciou nesta segunda-feira as frases que irão estampar os ônibus das 32 seleções na Copa do Mundo da África do Sul. As escolhas dos slogans foram feitas pela internet através das frases enviadas pelos internautas para o site da entidade. As mensagens mais votadas, em um período de três semanas, foram selecionadas.

A frase escolhida para a Seleção Brasileira foi: “Lotado! O Brasil inteiro está aqui dentro!”. A segunda opção era: “Movido pela paixão de jogar futebol”. Ambas descrevem bem o carinho e apoio que a torcida brasileira dará ao Brasil durante o Mundial, mesmo estando deste lado do Atlântico.

Outra frase que chamou atenção foi a da seleção dos Estados Unidos: “Vida, liberdade e a busca pela vitória!”, que descreve categoricamente o estigma norte-americano.

Já a dos espanhois se destacou por sua audácia na busca pelo inédito titulo Mundial, “Esperança é o meu caminho. Vitória, meu destino”.

Veja a lista completa dos slogans das 32 seleções:

África do Sul: Uma nação unida e orgulhosa sob um arco-íris

Alemanha: No caminho de ganhar a Copa!

Argélia: Estrela e crescente com um objetivo: Vitória!

Argentina: Última parada, a glória

Austrália: Ouse sonhar, avance Austrália

Brasil: Lotado! O Brasil inteiro está aqui dentro!

Camarões: Os leões indomáveis estão de volta

Chile: Vermelho é o sangue do meu coração, Chile campeão

Coreia do Norte: 1966 de novo! Vitória para a Coreia!

Coreia do Sul: Os gritos dos vermelhos, República da Coreia Unida!

Costa do Marfim: Elefantes, vamos lutar pela vitória!

Dinamarca: Tudo de que você precisa é um time dinamarquês e um sonho

Eslováquia: Balance o campo verde: Vá Eslováquia!

Eslovênia: Com 11 corações valentes até o fim

Espanha: Esperança é o meu caminho. Vitória, meu destino

Estados Unidos: Vida, liberdade e a busca pela vitória!

França: Todos juntos por um novo sonho em azul

Gana: A esperança da África

Grécia: A Grécia está em todos os lugares

Holanda: Não tema os 5 grandes, tema os 11 laranjas

Honduras: Um país, uma paixão e 5 estrelas no coração

Inglaterra: Jogando com orgulho e glória

Itália: O nosso azul no céu da África

Japão: O espírito samurai nunca morre! Vitória para o Japão!

México: É tempo de um novo campeão!

Nigéria: Super Águias e super fãs unidos, nós acreditamos

Nova Zelândia: Chutando no estilo Kiwi

Paraguai: O leão guarani ruge na África do Sul

Portugal: Um sonho, uma ambição… Portugal campeão!

Sérvia: Jogando com o coração, andando com um sorriso!

Suíça: Vamos, Suíça! (nas quatro línguas oficiais do país)

Uruguai: O sol brilha sobre nós! Vamos, Uruguai

Fonte

terça-feira, 18 de maio de 2010

Harmonia Conjugal

Desculpem as falhas no áudio causadas pela mixagem de imagens do Power Point.
Nossa equipe já está verificando as causas do problema
para solucioná-lo nas próximas transmissões/gravações.
video
Como tivemos problemas com o último vídeo, você pode acessá-lo aqui.
Mensagem pregada na IBMéier - 16/05/2010

segunda-feira, 17 de maio de 2010

Talento Não Tem Idade

video

Esposa Surda


Um homem telefona ao médico para marcar uma consulta para a sua mulher.

A atendente pergunta:
- Qual o problema de sua esposa?
- Surdez! Não ouve quase nada.
- Então, o senhor vai fazer o seguinte: antes de trazê-la fará um teste, para facilitar o diagnóstico do médico. Sem que ela esteja olhando, o senhor, a uma certa distância, falará em tom normal, até que perceba a que distância ela consegue ouvi-lo. Então, quando vier, dirá ao médico a que distância o senhor estava quando ela o ouviu. Certo?
- Está certo.

À noite, enquanto a mulher preparava o jantar, o senhor decidiu fazer o teste. Mediu a distância que estava em relação à mulher. E pensou:
Estou a 15 metros de distância. Vai ser agora!
- Julia, o que temos para o jantar?
Nada. Silêncio. Aproxima-se a 5 metros
- Julia, o que temos para jantar? Nada. Silêncio.
Fica a 3 metros de distância:
- Julia, o que temos para o jantar?
Silêncio. Por fim, encosta-se às costas da mulher e volta a perguntar:
- Julia! O que temos para o jantar?
- Frango! É quarta vez que eu respondo!

Dilma e a Copa 2010

quinta-feira, 13 de maio de 2010

Copa 2010 - Propaganda da Pepsi - Emocionante!

video

Deus Está no Controle!

video

A Igreja Que Sonhamos Ser - Parte 01

video

Tia, Eu Pequei Muito...

Internado durante dois meses no setor de ortopedia do Hospital das Clínicas de São Paulo. Estava só, sem alguém da família que o acompanhasse.

Ele é um menino de rua que fugiu da casa de seus irmãos. Alberto nãos conhece seu pai. Sua mãe morreu e ele sente muito sua falta. Ele é rebelde e agressivo; na hora dos curativos, ameaça e xinga muito as enfermeiras. Mas quando alguém lhe dá atenção e carinho, ganha sua confiança e respeito.

Em nosso primeiro contato, procurei conhecer sua vida e saber do seu problema. Contou-me uma história que mais tarde vim saber que não era verdadeira.

Apresentei-me dizendo sobre minha função no hospital e perguntei-lhe se gostava de ler. Ele me disse que não sabia ler. Assim, combinei que leria histórias da Bíblia para ele, falando do amor de Deus.

À medida em que a gente foi se encontrando, fui lhe apresentando a Palavra de Deus, fui percebendo que ele via Deus como Pai. Alberto mostrou-se muito interessado, sempre querendo estender o tempo dos nossos encontros; talvez porque não recebesse visitas, talvez porque as enfermeiras não gostassem dele, por serem ameaçadas nas horas de curativo… talvez porque ele se sentisse bem em minha presença.

Entre muitos momentos marcantes que tivemos, creio que o mais emocionante foi quando Alberto aceitou a Cristo como seu Salvador, não conseguia orar confessando seus pecados. Ele disse:

- “Tia, eu pequei muito. Eu roubei no farol, usei drogas, fugi de casa… Tia, é muito pecado”!
- Alberto, eu lhe disse, não há pecado algum que Deus não perdoe.

Citei o versículo. “Porque todos pecaram e carecem da glória de Deus.” Alberto, Deus sabe o quanto somos pecadores, mas precisamos pedir perdão a Deus! Eu também peco e quando falo com Deus sobre os meus pecados ele me perdoa”.

Percebi que Alberto ficou aliviado e me pediu para deixá-lo orar novamente:
- “Jesus, me perdoa porque eu já roubei no farol, roubei uma velhinha,…” e começou a chorar.

Alguns dias depois, numa visita, conversei com Alberto sobre a mentira. Descobri que ele mentia muito, e que a primeira mentira que ele havia me contado tinha sido sobre o seu acidente. Neste momento, ele contou a verdade; queria roubar o macaco do caminhão para trocá-lo por drogas. O motorista chegou, deu partida e, com medo de ser pego, Alberto fingiu estar dormindo debaixo da roda. Assim, o caminhão acabou passando sobre seu pé, ferindo-o gravemente.

Conversamos sobre o assunto, falei sobre o pai da mentira, e dei a ele um voto de confiança. Outras situações envolvendo mentiras aconteceram e eu fui trabalhando seu caráter através de conversas e histórias bíblicas.

Alberto identificou-se com a história de José do Egito, por causa das situações adversas que ele viveu: ciúmes, inveja, raiva, abandono, rejeição…

Quando recebeu alta, toda a sua agressividade e revolta voltaram pois ninguém foi buscá-lo. Retomamos à história de José e vimos como ele confiou à Deus a sua vida, e como Alberto poderia imitá-lo. Oramos, e ele se tranqüilizou.

Sua despedida das enfermeiras foi emocionante. Algum tempo depois, um dos irmãos veio buscá-lo.

Como mãe na fé, confio que Deus está cuidando da alma do Alberto, e intercedo por ele para que a semente que foi lançada produza fruto.

Esta é uma história verídica, vivida
pela equipe de Capelania Evangélica do
Hospital das Clínicas em São Paulo

Leia as Atualizações no seu Reader

Pra Cumprir Teu Chamado

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails