domingo, 10 de outubro de 2010

MANIFESTO PÚBLICO - DESAGRAVO BRUNO ROCHA ANDRADE

A IGREJA BATISTA DO MÉIER, diante do recente e lamentável episódio que vitimou o ilustre juiz do trabalho Marcelo Alexandrino da Costa Santos e sua família, vem pronunciar-se publicamente sobre o assunto.

Primeiramente, a igreja se solidariza com o magistrado pelo drama vivido juntamente com seus entes queridos, que tiveram suas preciosas vidas expostas ao risco e, no momento, passam por difícil etapa de recuperação física e psicológica.

Rogamos a Deus que os abençoe, restaurando-lhes a saúde, trazendo-lhes o conforto e a paz, suprindo integralmente as suas necessidades e atenuando as marcas deixadas por esta tragédia.

Por outro lado, não podemos deixar de prestar nosso incondicional apoio ao policial BRUNO ROCHA ANDRADE, membro e diácono de nossa igreja, a quem as autoridades e a mídia atribuem, inicialmente, a responsabilidade pelos disparos que atingiram o veículo da vítima.

BRUNO ANDRADE, em quem confiamos plenamente, está com sua família na nossa comunidade desde a sua infância, tendo sido educado de acordo com os princípios cristãos, que valorizam a vida e o amor ao próximo. Podemos assegurar que o nosso amado irmão Bruno Andrade, longe de ter “instinto homicida”, é dotado de um caráter pautado pela integridade, honestidade e bondade, além de ter sólida e saudável estrutura familiar.

Há pouco tempo na Polícia, BRUNO ANDRADE cursou o Colégio Naval, ingressando, posteriormente, na Escola Naval, onde cursou até o 1º ano, saindo para graduar-se na Faculdade de Direito da Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro (UFRJ), não tendo, durante todo o período em que passou nessas instituições, praticado quaisquer atos contrários ao padrão irrepreensível de comportamento que sempre lhe foi peculiar.

Portanto, não se pode criar uma presunção de culpa, sem a cuidadosa e isenta análise de todas as circunstâncias que envolveram o caso.

Bruno Andrade, sua família e seus amigos estão profundamente abalados com toda a situação e preocupados com a restauração da saúde das pessoas lesionadas, as quais já haviam sido objeto das nossas orações antes mesmo de sabermos que Bruno Andrade estivera presente na operação policial.

Reiteramos, assim, nossa solidariedade às vítimas e às famílias envolvidas direta e indiretamente nessa indesejável fatalidade, esperando o esclarecimento completo dos fatos e a efetiva realização da justiça.

20 comentários:

Alexandra disse...

Gostaria de dizer que membros da Igreja Unção de Deus estarão orando em favor do Bruno e que Deus já está Em NOme de Jesus dirigindo este caso.

Que Deus os abençoe!
Amém.

Miriam disse...

Reintero o comentário e assino embaixo.

Conheço Bruno Andrade e sua família e convivi durante muitos anos, ele tem integridade e é um homem de caráter puro.


Miriam Botelho

Eliel Andrade disse...

Conheco o Bruno a anos.... Infelizmente apos sua saida da Escola Naval perdemos o contato... Mas as pessoas nao mudam de uma hora para a outra... Bruno sempre foi integro, bom amigo, homem de valor. Acredito que ele tambem eh vitima de um sistema policial falido.

Eliel Andrade

NOVOLHAR CONSULTORIA disse...

Nós que acompanhamos a História de Bruno estamos com os nossos corações entristecidos.
Mas, sei que agora é o momento de enquanto igreja CLAMARMOS PELO NOME , SANGUE E PODER DE JESUS .
A ação, a misericórdia e o desatar dos nós virá de modo espiritual . EU CREIO E ORO....
Igreja, agora é a HORA DE MOVERMOS O SOBRENATURAL ROMPENDO EM FÉ.
Bjs a esta amada igreja, a Gilza, Dimona, Monique , Léo e a todos neste momento de dor.
Estamos juntos mesmo...

JEANE disse...

Eu só gostaria de entender porque os policiais envolvidos no trágico incidente criaram um história envolvendo troca de tiros com marginais, quando, na verdade, uma testemunha já havia declarado que não houve qualquer troca de tiros?

Val Dantas disse...

Eu ontem vi no Fantástico a reportagem sobre o assunto e fiquei tremendamente comovida com o que houve à família do juiz e também com os policiais. Não vi em momento algum nos dois que falaram à TV, maldade ou descaso pela vida do outro. Muito pelo contrário! Meu coração doeu ao ver um chorando e me pareceram lágrimas de verdade e não falsas, pelo desespero de toda a situação. Acredito que não houve mesmo intenção ruim deles e sim um sistema policial falido, que não preparou devidamente esses jovens policiais récem chegados à profissão. Uma fatalidade pra todos! Que Deus sonde os corações e tenha misericórdia também deles que, com certeza, estão sofrendo a dor deles, de suas próprias famílias e da família atingida pelos disparos.

Thiago I. Constancio disse...

Neste momento, dezenas de amigos do Bruno trocam emails reforçando o apoio ao ex-colega de turma de Colégio e Escola Naval. Depoimentos perplexos em face do ocorrido reiteram o que diz o manifesto: Bruno um homem íntegro, honesto e bondoso. Que Deus dirija esse caso! Thiago I. Constancio, Médico, ex-colega de CN e irmão em Cristo de Bruno.

Priscila disse...

Gostaria de reinterar os comentários aqui expostos de que Bruno Andrade é uma vítima de um sistema policial falido!o conheço desde a infância e ele sempre foi um homem bom e íntegro!Nos compadecemos com a dor do juiz e sua família, mas não podemos deixar que uma fatalidade,suje a imagem de um homem tão bom quanto o Bruno!Deus está no comando e nele confiamos, vamos ver o impossível acontecer!um grande abraço para o Bruno, Gilza e Monique! Deus é fiel e nunca falha! não importam às circunstâncias.Amém!

Priscila Santos e família

Vania disse...

A minha posição diante do ocorrido é que enquanto a análise de todas as circunstâncias que envolveram o caso não forem esclarecidas não me manifesto a favor do Bruno nem coloco o nome de Cristo, sómente porque o policial acusado é membro e diacono de nossa Igreja.
No meu ponto de vista achei uma precipitação do Pastor pedir que toda Igreja se colocasse de joelhos em prol da defesa do Bruno.
As familias de nossa cidade são dilaceradas todas as semanas vitimas de policiais despreparados e violentos.
Se toda uma igreja é convidada a se prostar de joelhos em oração, que seja pela familia atingida pelos disparos feitos pelos dois policiais inconsequentes que atiraram no carro em fuga sem oferecer qualquer ameaça a ele, por paz na nossa cidade e por todas as demais familias que ja foram atingidas por essa violencia e as que ainda serão vitimas.
Minha oração será sempre que a justiça seja feita independente da intenção ou não de matar.
E atirar no carro de uma familia totalmente indefesa,sinceramente não consigo reverter essa situação apenas como acidente de percusso.
No meu ponto de vista é um crime barbaro que felizmente não houve vitima fatal mas deixou uma familia inteira com sequelas por toda a vida.
Escrevi o que penso,me coloquei sim, no lugar da familia atingida pq a dor seria maior se ao invés dessa familia fosse a nossa que estivesse ali. Será que paramos pra pensar nisso?
O carater de Bruno não o livra da culpa e do seu ato irresponsavel diante do ocorrido.

lia disse...

Bruno, querido e amado, homem de Deus, estamos intercedendo por você, pelo Bruno Souza e família e por nossa família, sabemos que Deus está a frente desta situação. Que Deus os abençoe. "Tu me cercas em volta e sobre mim colocas a Tua mão" Salmos 139-5. Lia

lia disse...

Bruno, primo querido e amado, homem de Deus. Nosso pensamento e nossas orações estão 24 horas por dia com vc, nossa família e Bruno Souza e sua família. " Tu me cercas por trás e por diante e sobre mim pões a mão". SALMOS 139:5

Ilva disse...

Tomei conhecimento ontem do caso...o conheço desde criança e não me resta dúvidas quanto a integridade do Bruno, uma pessoa de paz, do bem e de Deus. Sei que Deus está no comando e mossa família está orando pela causa e por todos!!
Grande Abraço!

Hugo disse...

Acabei de ver a reportagem do Fantástico. Nela está bem nítida a declaração dos 2 policiais, qnd dizem q atiraram pra cima do carro, não sabendo onde estavam acertando.
Bem, acho q todos sabem q nessa situação o risco de atingir, seja lá quem for, é muito grande. Já pararam pra pensar tb no seguinte: numa estrada como aquela, as chances de outras pessoas ou carros serem atingidos são grandes! E se atrás do carro do juíz, estivesse tb vindo o carro de um pastor evangélico conhecido da igreja? Pra quem pediríamos orações? Para o Pr que foi mais uma vítima do despreparo dos policiais, ou para os policiais que estão sendo injustiçados?
Claro que não podemos deixar de pedir a Deus pra que cuide de todos, seja lá quem for! Mas tb dizer que há somente uma vítima nesse ocorrido todo, (como diz Ricardo Boechat) É BRINCADEIRA!!!

Thaisa disse...

Registro meu apoio às palavras desse texto de manifesto.
Quem conhece o Bruno e sua família sabe que não estamos tratando de uma ação de policial com instinto homicida, mas sim de um incidente que tem outras vítimas além do magistrado e sua família. Bruno é um homem digno, pacífico, inteligente e, sobretudo, muito dedicado a família.
Desejo que essas famílias sejam envolvidas por uma redoma de paz e que harmoniosamente tudo fique bem.
Thaisa

Gilson Dias disse...

Causa-me surpresa alguém dizer que foi precipitação colocar a igreja de joelhos para orar pelo Bruno. É claro que lamentamos muito o ocorrido e devemos orar também pelas vítimas. Aliás, isto foi feito no mesmo momento em que oramos pelo Bruno. Quem acompanhou, em espírito, a oração do pastor deve se lembrar. Isto, porém, não nos impede, de forma alguma, de orar por alguém que muito amamos e conhecemos o caráter. É errado suplicar a Deus que o tome em suas mãos, amenize também o seu sofrimento e lhe garanta um julgamento justo? Claro que não!!!
Se assim for, suspendam-se todas as ações relacionadas à capelania prisional da igreja. Os presos não merecem qualquer atenção de nossa parte, até porque, não conhecemos o caráter de cada um deles. Devemos, sob essa transversa ótica, julgá-los impiedosamente, assumindo o papel do Estado, valendo lembrar, apenas, que, um dia, uma fatalidade pode acontecer com um de nossos entes queridos mais próximos, o que nos fará, aí sim, pensar apenas no nosso próprio umbigo e buscar, desesperadamente, por todos os meios legais de defesa, inclusive na seara espiritual, com toda sorte de pedidos de oração.
OREMOS SIM PELO NOSSO AMADO IRMÃO BRUNO ANDRADE, APOIANDO-O EM TUDO O QUE ELE E SUA AMADA FAMÍLIA NECESSITAREM.

nilce disse...

Só quem conhece de perto, O BRUNO sabe o ser humano espetacular que é ...uma ser amoroso, caridoso,amigo, com imumeras qualidades e de carater INQUESTIONÁVEL. q se fosse escrever ficaria um dia inteiro ..
Estamos pedindo a Deus o livramento para vc BRUNO. Tenho fé que Deus está no controle de todas as coisas, Ele reina soberano sobre todos nós!!!!!
Bruno vem de uma familia estrutura abençoada por DEUS,uma familia q serve a DEUS q tem amor ao proximo...
Falar do proximo sem conhecer é muito facil,sem saber quem é...
Mas DEUS esta no controle....
"Seja corajoso e forte"
Estamos orando por vc e toda a sua família
Família Salata

Joyce disse...

"O SENHOR É MEU PASTOR E NADA ME FALTARÁ"

Nada... Deus não abandona os seu filhos e o Bruno é muito amado por Deus, por toda minha família e todos que tiveram a oportunidade de olhar em seus olhos e ver a sinceridade e integridade deste homem de Deus.

Que Deus o abençoe e continuaremos orando!
No nome Santo de Jesus
Amém

Solange Barifouse disse...

Como eu senti! Como eu senti! Como lamentei por essa tão dolorosa experiência na vida do nosso querido Bruno e de sua família. Foi como mãe que senti e chorei por essa fatalidade. Como é duro ouvir alguém dizer de um filho aquilo que ele não é; como é difícil, como mãe, suportar os projéteis, ofensivos, alvejados contra a moral de um filho. “Como eu lamento, Gilza; como eu lamento, Bruno”. E como eu desejo que a família, vítima desse incidente tão traumático, seja plenamente restaurada. Conheci o Bruno ainda pequeno. E hoje ele guarda a mesma ternura e serenidade. Um bom filho para seus pais. E soube cuidar de sua mãe, após a morte do pai. Família amiga e solidária. Eu me orgulho muito deles. E como dói saber que estão sofrendo. Como isso dói, meu Deus!

Solange Barifouse.

Antonio Vileti e Silva disse...

Toni, Cláudia, Samuel e Luiza

Rio de Janeiro, 11 de outubro de 2010

04:57h

Amado Diácono Bruno Andrade,

Primeiramente que a Paz que excede todo entendimento esteja contigo em todos os
momentos, assim como esteve com nossos antepassados e estará presente em todos os dias
das nossas vidas.
Saiba que serás sempre para mim como pai, uma referência de filho que esperamos que o
nosso pequeno Samuel seja um dia, amável, homem de honra, bom, justo e acima de tudo
temente ao Senhor como és.
Gostaria que você não se esquecesse, que homens de Deus são provados a aprovados,
de maneira que a sua majestade prevaleça na adversidade para demonstrar sua grandeza
através de nossas vidas. Estamos certos que os planos de Deus, são planos de Paz, e que o
futuro será bom, a medida que a sua vontade tome a frente.
Ontem ouvindo o seu depoimento e vendo nos seus olhos a segurança que vem do Senhor,
pude compreender que o Deus de José do Egito, está contigo e que nos dias vindouros,
estaremos certos que o Poderoso Deus agirá de forma tremenda, consertando, curando e
revertendo todo mal em benção para o louvor da sua Glória.
Saiba que estamos orgulhosos da sua ação, onde demonstraste bravura no exercício do seu
trabalho, onde num ato de companheirismo, foste incisivo agindo de forma preventiva,
mantendo a integridade do seu companheiro de trabalho e também a sua.
Quando menino
lembro-me do meu pai, policial militar, saindo para o trabalho e comentando com minha
mãe que a volta para casa seria incerta e que só Deus seria capaz de trazê-lo ileso.
Tens uma
mãe que é o retrata o caráter do Senhor Jesus, no agir e no falar com amor e que aprendemos a amá-
la e admirá-la quanto a forma que lhe ensinou a temer ao Senhor, e que estará intercedendo
a todo instante a Deus que o guarde no seu exercício profissional.
Estamos aqui aguardando seu retorno com brevidade para abraçá-lo e beijá-lo e sentir o seu
calor Diaconal e estamos orando para que o Senhor conforte os corações de Dimona, Irmã
Gilza e o de seus irmãos e que as pessoas que sofreram lesões sejam curadas e que todo
mal caia por terra para que todos a sua volta saibam que só o Senhor é Deus.

Um caloroso e forte abraço,

Toni, Ana Cláudia, Samuel e Luiza

Antonio Vileti e Silva disse...

Rio de Janeiro, 11 de outubro de 2010

04:57h

Amado Diácono Bruno Andrade,

Primeiramente que a Paz que excede todo entendimento esteja contigo em todos os
momentos, assim como esteve com nossos antepassados e estará presente em todos os dias
das nossas vidas.
Saiba que serás sempre para mim como pai, uma referência de filho que esperamos que o
nosso pequeno Samuel seja um dia, amável, homem de honra, bom, justo e acima de tudo
temente ao Senhor como és.
Gostaria que você não se esquecesse, que homens de Deus são provados a aprovados,
de maneira que a sua majestade prevaleça na adversidade para demonstrar sua grandeza
através de nossas vidas. Estamos certos que os planos de Deus, são planos de Paz, e que o
futuro será bom, a medida que a sua vontade tome a frente.
Ontem ouvindo o seu depoimento e vendo nos seus olhos a segurança que vem do Senhor,
pude compreender que o Deus de José do Egito, estará contigo e que nos dias vindouros,
estaremos certos que o Poderoso Deus agirá de forma tremenda, consertando, curando e
revertendo todo mal em benção para o louvor da sua Glória.
Saiba que estamos orgulhosos da sua ação, onde demonstraste bravura no exercício do seu
trabalho, onde num ato de companheirismo, foste incisivo agindo de forma preventiva,
mantendo a integridade do seu companheiro de trabalho e também a sua.
Quando menino
lembro-me do meu pai, policial militar, saindo para o trabalho e comentando com minha
mãe que a volta para casa era incerta e que só Deus seria capaz de trazê-lo ileso.
Tens uma mãe que é o retrato do caráter Senhor Jesus, no agir e no falar com amor e que aprendemos a amá-la e admirá-la quanto a forma que lhe ensinou a temer ao Senhor, e que estará intercedendo
a todo instante a Deus que o guarde no seu exercício profissional.
Estamos aqui aguardando seu retorno com brevidade para abraçá-lo e beijá-lo e sentir o seu
calor Diaconal e estamos orando para que o Senhor conforte os corações de Dimona, Irmã
Gilza e o de seus irmãos e também pelas pessoas que sofreram lesões sejam curadas e que todo
mal caia por terra e que todos a sua volta saibam que só o Senhor é Deus.

Um caloroso e forte abraço,

Toni, Ana Cláudia, Samuel e Luiza

Leia as Atualizações no seu Reader

Pra Cumprir Teu Chamado

LinkWithin

Related Posts with Thumbnails